Prefeitura de Itabuna leva SAS Itinerante para a Roça do Povo

Está confirmada para a quarta-feira, 19, a partir das 8 horas, no projeto Roça do Povo, em Ferradas, a realização de mais uma edição do projeto “SAS Itinerante”, desenvolvido pela Secretaria da Assistência Social – SAS da Prefeitura de Itabuna. O projeto leva serviços e ações sociais às comunidades mais afastadas da área central da cidade. O mutirão de serviços também tem como meta envolver um maior número de famílias nos programas e políticas públicas de inclusão social executadas pelo Município em parceria com os governos estadual e federal.

O secretário municipal da Assistência Social, José Carlos Trindade, lembra que o prefeito Claudevane Leite sempre defendeu ações voltadas especialmente para as comunidades mais distantes que nem sempre têm acesso ou oportunidade de uma assistência social ampla como a proposta pelo “SAS Itinerante”. “Não levamos apenas serviços nas áreas sociais, de saúde e de promoção à vida, mas, principalmente, o espírito fraternal de amor, dedicação e compromisso com o social. Sem essas ferramentas nosso trabalho seria em vão”.

A coordenadora do “SAS Itinerante da SAS Rita Barros chama a atenção das famílias do projeto Roça do Povo, principalmente aquelas que ainda não sabem seus direitos relativos a programas sociais ou não dispõem de recursos financeiros para se deslocar até a sede da Secretaria de Assistência Social, no centro da cidade, em busca de benefícios. O projeto “SAS Itinerante”, segundo ela visa, justamente, eliminar o distanciamento entre o poder público e as comunidades, além de promover ações e serviços que possibilitem o acesso à cidadania.

O projeto “SAS Itinerante” envolve a participação de profissionais de todos os departamentos da Secretaria da Assistência Social que irão conversar com os moradores, orientar e mostrar os programas existentes e como as famílias podem sem incluídas. As ações também terão a parceria das secretarias municipais da Educação e da Saúde.

O SAS Itinerante foi lançado pela Prefeitura em agosto do ano passado em Ferradas, já tendo sido também realizado nas localidades de Mutuns e Itamaracá, atendendo a pelo menos 1.600 pessoas nas mais diversas áreas sociais, a exemplo da inclusão do Bolsa Família, projetos de habitação e nos demais programas, como Prestação de Beneficio Continuada (PBC), do Instituto Nacional de Seguridade Social; Protejo, Peti e Centros de Assistência Social (CRAS). Alunos e professores da Escola Profissionalizante também participam do mutirão, com serviços gratuitos de embelezamento, incluindo corte de cabelo, manicure, etc.




Deixe seu comentário